Lei da Reciprocidade nos Negócios

Ao iniciar essa leitura você até pode ser movido a pensar que vamos falar de espiritualidade, de forças universais ou de algo “étereo” que contribui com os negócios.

Nesse artigo vamos a um caminho muito mais pragmático, para compreender como a lei da reciprocidade pode de fato ajudar você e sua empresa a ter mais sucesso.

Imagine você empresário, ao invés de focalizar toda sua energia em vender mais, canalizar uma boa parte dela para ajudar que outros empresários tenham muito sucesso, ou seja, ajudando-os de todas as formas, seja com um acolhimento, um conselho ou até uma indicação de cliente. 

Ao promover essa ação de forma contínua, certamente muitas dessas pessoas irão expressar gratidão. E, não há dúvida, que a melhor forma de retribuir é oferecer algo similar. Então para cada um que você contribui com novos clientes, certamente o retorno será algo idêntico, um novo cliente para você.

Ou seja, partindo do conceito essencial da reciprocidade, o que você faz, lhe retorna na mesma proporção. Então, quanto mais contributivo for você, mais outras pessoas contribuirão.

Como consultor, tenho alcançado um sucesso muito grande em vender serviços, e o maior segredo de minhas vendas, nunca foi a habilidade de argumentação, ou a prática perfeita de técnicas de vendas. O que faço ao visitar alguém é entender de seu negócio, de suas necessidades e oferecer algum auxílio. Nessas visitas somente falo do que eu faço, se realmente a pessoa perguntar. E, afirmo que em 100% das conversas não apenas perguntando, mas se interessam profundamente, porque também me interessei por elas.

Então, você não precisa vender. Você precisa contribuir, e se contribui certamente irá vender muito. Com mais clientes, mais faturamento, mais contatos e mais capacidade de ajudar. E o ciclo da lei de reciprocidade se intensifica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.